A primeira Internacional Socialista

Nos primeiros anos da década de 1860, acontecimentos espetaculares ocorridos no cenário internacional fizeram com que lideranças sindicais e ativistas socialistas começassem a pensar em fundar uma organização que reunisse os sentimentos universais a favor da luta dos trabalhadores e das nações oprimidas. O resultado disso foi a criação da Primeira Associação Internacional dos Trabalhadores em Londres, no ano de 1864.
Imagem
(Marx discursando na Internacional)

-Na porta de Marx
Num dia de setembro de 1864, um jovem trabalhador francês chamado Victor Le Lubez, que estava em Londres em missão, bateu na porta do doutor Marx na Modena Villas, nº 1, local para onde o pensador recentemente se mudara com sua família. Solicitou-lhe que indicasse-lhe um nome de alguém da classe trabalhadora que pudesse falar em alemão para uma reunião que se avizinhava, organizada em conjunto por sindicalistas ingleses e franceses. Não queriam nela um intelectual, mas sim um proletário alemão, ou pelo menos alguém das profissões consideradas menores que pudesse discursar em nome deles. Marx prontamente indicou Johann Eccarius, um alfaiate não muito bem humorado, mas que se saiu a contento no dia do evento.

-A situação de Marx
Quando a idéia de uma associação internacional dos trabalhadores começou a tomar corpo, no início da década de 1860, Marx estava submetido a uma pressão de sentimentos opostos. De um lado, ele recebera uma surpreendente herança do seu amigo William Wolf, um homem modesto, que lhe deixou em testamento 820 libras (Marx em agradecimento dedicou a ele o primeiro volume do “O Capital”, de 1867) o que possibilitou-lhe a mudança para uma moradia decente na Modena Villas.

Mas justo naquele ano de 1864, um pouco antes da fundação da Internacional, em julho, ele recebeu a notícia da morte de Ferdinand Lassalle, o líder dos socialistas alemães. Fato que o deixou desolado bem além da conta, entre outras razões, por Lassalle, fundador da primeira organização de trabalhadores na Alemanha (a Allgemeinen Deutschen Arbeitervereins), ter dispersado sua vida num romântico duelo na Suíça. Nada disso, porém, o impediu de que ele também se fizesse presente no salão onde a associação foi anunciada, no Martin´s Hall, em Londres.

Imagem(O dia da inauguração)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: