Independência da América espanhola

Hispano-américa

Hispano-américa

1. Causas

 

1.1. Externas – Idéias iluministas; Independência dos EUA; Revolução Francesa (A Espanha estava em fase de decadência e pressionada pela França revolucionária de Napoleão.)

1.2. Internas

– Os americanos estavam dispostos a provar que podiam obter sua liberdade e impor a paz.

– Os Criollos não se sujeitavam aos comandos dos Chapetones.

*Criollos – Americanos descendentes de espanhóis. Foram os responsáveis pela independência da América.

*Chapetones – Espanhóis. Exerciam o poder.

– No clero, muitos eram seduzidos pelas novas idéias de liberdade.

– A imprensa contribuiu bastante na independência, divulgando simples fatos internacionais. Pode se dizer que agiu como divulgadora de idéias.

*Cabildos – Constituidos pelos Criollos, eram as Câmaras Municipais. Eles eram os orgãos representativos dos habitantes da colônias, fiéis interpretes de suas vontades.

1.3. Econômicas – Insatisfação com o regime de monopólio comercial. – Revolução industrial na Europa.

2. Precedentes

– Carlos III tentou recolonizar a América, abrindo novos portos na Espanha e na América, porém isso só contribuiu para dar força ao movimento de independência hispano-americano.

– Bonaparte foi um grande responsável pela independência, quando invadiu a Espanha e colocou no trono o seu irmão José Bonaparte. Tal medida provocou reações da população espanhola. A estrutura político-administrativa em relação às colônias se desorganizou. A burguesia Crioulla não se sentia obrigada a ser fiel com com o “usurpador” Bonaparte. A colônia e a metrópole se distanciam.

– Foram organizadas as Juntas Governativas, que não se submetiam à nova situação.

independencia da america espanhola

1º – MÉXICO

– Líder: Ruan Vicente Guerrero

– Gal Iturbide foi mandado pela Espanha para combater Guerrero e para impôr a ele um plano que conciliava os interesses de ambos.

– Depois de alguns combates entre realistas e insurgentes do México, Iturbide consegue convencer Guerrero e os dois chegam à um acordo: O Pacto de Iguala (Independência; Regime monárquico constitucional – trono oferecido à Fernando VII; Exclusividade da religião católica sem tolerância de qualquer outra).

– Surge o exército Trigarante.

2º – ARGENTINA, CHILE E PERU

3º – GRANDE COLÔMBIA (Venezuela, Colômbia e Equador)

– Líder: Simón Bolívar. Tinha o ideal o pan-americanismo, que não era possível principalmente pela fragmentação política (O governo espanhol não permitia comunicação entre as partes do império colonial). Apesar da unidade religiosa (catolicismo), linguística (espanhol) e do mesmo passado colonial (colonizados pela Espanha).

– Batalhas: Pechincha, Chocabuco, Carabobo, Aiacucho, Machu Pichu e Cozco.

4º – CUBA E SÃO DOMINGOS

– Foram os únicos mantidos pela Espanha. Mais tarde conseguiram a independência com a ajuda desinteressada norte-americana.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: