A casa dos barões

Um dos capítulos mais importantes da história do agronegócio brasileiro é guardado nas ruas estreitas do bucólico centro antigo da cidade de Santos, no litoral de São Paulo. É ali, mais precisamente na rua 15 de Março, que se encontra, encravado em uma esquina, um prédio antigo construído em 1922, dono de uma fachada imponente e arquitetura em estilo neoclássico.

Esse era o endereço da Bolsa de Comércio do Café, primeira bolsa de valores voltada para um produto agrícola no Brasil. Mais do que um edifício trata-se de um dos principais símbolos de uma época marcada pela pujança do café.

A casa dos barões: a fachada imponente era uma das marcas do prédio da bolsa, inaugurada em Santos, em 1922

No amplo salão central aconteciam os pregões (eles escolhiam o preço para o produto licitado, no caso, o café). Dali, saíam quase 80% do volume total das exportações brasileiras, num tempo em que o Brasil detinha cerca de 60% de todo o consumo mundial do produto.

Grão de ouro: na sala do pregão, corretores vendiam o produto brasileiro para todas as partes do mundo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: