Imagem

“Enquanto, Senhora, o Brazil considerasse o homem como o objeto explorativo do homem ou como o vil instrumento de sua mais torpe especulação, falleceriam-lhe todos os mananciaes precisos, quer divinos, quer humanos, para assentar os melhores fundamentos de sua independência”

Parte da transcrição original do texto de oferecimento da pena (retratada na imagem acima) para a assinatura da lei Áurea pela Princesa Isabel em 1888. A pena em questão pertence ao acervo do Museu Histórico Nacional, no Rio de Janeiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: